home Celulares, Gadgets Os micos do iPhone

Os micos do iPhone

No dia 4 de março, criei um post descrevendo as principais funções do iPhone, que até então não tinha sido lançado.
Em menos de 12 horas após o lançamento (no dia 29 de Junho de 2007), já começou a circular uma lista de seus defeitos. A revista Veja de 11 de julho de 2007, publicou os 11 maiores micos do aparelho.

1. Exclusividade das AT&T.
Quem quer ter um iPhone precisa fazer um plano mínimo de dois anos com a operadora americana. A AT&T exigem para isso, prestação mínima mensal de U$ 60,00, endereço fixo nos EUA e o número de inscrição na Previdência americana, o Social Security.

2. Tudo ou Nada
Sem habilitação da AT&T, o iPhone não funciona nem como telefone nem como iPod.

3. Dependência Total
O SIM Card (chip) do iPhone não pode ser removido, o que impede a transferência de dados para outro celular.

4. Bateria Presa
A bateria do iPhone suporta de 300 a 400 recargas, cerca de 2 anos, dependendo do usuário. Ela só pode ser trocada pela Apple. O aparelho terá de ser mandado para a Apple pelo correio e será devolvido depois de uma semana, no mínimo.

5. Internet Lenta
Para a bateria não descarregar mais rapidamente, a Apple optou pelo serviço de Internet mais lento da AT&T;

6. Só na Telinha
O iPhone não tem conexão para TV, de modo que os filmes nele estocados só podem ser vistos na telilnha do aparelho.

7. Memória Pegue ou Largue
A memória do iPhone não pode ser ampliada com o uso de cartões removíveis.

8. Não Fale Com Ele
O recurso de discagem por voz, popular entre outros aparelhos, não foi habilitado no iPhone.

9. Mau Funcionário
O iPhone não tem Messenger, o programa de comunicação de uso mais comum nas empresas. Ele abre as famosas planilhas do Excel, mas não permite editá-las.

10. Sem Games
Estranhamente para um aparelho multimídia com Internet, foto, música e reprodução de vídeos, o iPhone não roda games, comuns em outros eletrônicos que disputam a preferência do consumidor jovem.

11. Nem Java Nem Flash
Esses dois nomes acima são responsáveis por boa parte dos efeitos de imagem e som, de segurança e funcionalidade em sites onde se quer comprar ou vender coisas

Apesar dessas limitações, o iPhone está muito longe de ser um fracasso. Isso fica comprovado pelas filas que se formaram nas portas das lojas onde ele está sendo vendido. Estima-se que que até o último dia 6, foram vendidos cerca de 1 milhão de celulares iPhone.
Impressionante não? Com menos de 1 semana o aparelho já está sendo sucesso total de vendas. Quando será que ele chega no Brasil? Só Deus, ou Steve Jobs sabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *