home Android Minha experiência com aparelhos android

Minha experiência com aparelhos android

Esse post inaugura uma nova categoria aqui no site, onde vou falar sobre o sistema operacional da Google  – o Android! Para iniciar, vou contar um pouco sobre a minha experiência e sobre os aparelhos android tenho e já tive.

 

Meu primeiro Android foi um Galaxy 5 (isso mesmo… Galaxy 5, sem o S).

galaxy 5
Um aparelho pequeno com desempenho BEM básico, uma tela pequena, sem funções de multitouch e incríveis 7 botões na sua parte frontal. Esse brinquedinho me atendeu “bem” durante o tempo em que o utilizei. Cheguei inclusive a fazer o “root” nele pra acrescentar mais funcionalidades. (Saudades CyanoGenMod).
Utilizei esse aparelho por cerca de 3 anos (2011 a 2013). Vivi bons momentos com esse aparelho, até a sua “morte”. Ele simplesmente parou de funcionar após o uso intenso.

Meu segundo Android foi um Motorola Razr D1.

Motorola Razr D1
Esse aparelho, apesar de também ser de entrada, tinha um desempenho muito superior ao meu antigo Galaxy 5. O que mais me deixou feliz nesse aparelho que comprei em maio de 2013, foi que ele tinha multitouch. Cara! Como me fazia falta esse recurso no meu primeiro Androidzinho!

O Razr D1 me acompanhou até o final de 2013. Troquei ele quando a empresa onde eu trabalhava ganhou alguns smartphones num contrato que assinou com a operadora de celular corporativa.

E era um aparelho sensacional – o Morotola Moto X!

Moto X

A empresa vendeu os aparelhos por um preço bem tentador para os funcionários (comprei meu Moto X por cerca de R$ 100,00 a menos do que eu havia pagado pelo Razr D1). Usei meu primeiro Moto X por cerca de 3 meses até que fiz o favor de deixar ele cair de “cara” no chão. O visor dele ficou totalmente estilhaçado… aquela cena até hoje me corta o coração. Fiz um orçamento para o conserto da tela, e ele ficaria mais caro do que comprar o último Moto X que a empresa ainda tinha. Então comprei um novo e deixei o quebrado guardadinho na caixa dele.
1 mês depois, fui assaltado e me levaram o Moto X novo. Que ódio que me deu disso! Só de lembrar me dá ojeriza (amo usar essa palavra).
Então me rendi e paguei para consertar a tela do Moto X anterior. Cerca de 20 dias depois, o animal aqui deixou o aparelho cair outra vez, e novamente estilhaçou a tela. Usei ele até que ele “morresse” em meados de Agosto de 2014.

No mesmo dia em que meu Moto X “morreu” fui correndo numa loja e compreimeu próximo Android – o Moto X 2 geração. (Ou “Novo Moto X” como ele ficou conhecido na época).

Moto X 2Gen

O Moto X de Segunda geração é um aparelho excelente, em todos os aspectos. Desempenho, tamanho da tela, memória interna, qualidade das câmeras, estabilidade… enfim. Não deixava nada a desejar.
Utilizei esse excelente aparelho até pouco tempo atrás, quando ficou praticamente impossível utilizá-lo por mais de 2 horas longe de uma tomada. Passei por várias situações embaraçosas por causa da bateria dele (que ainda vou trocar pra dar mais uma sobrevida a esse aparelho sensacional). O Moto X 2 foi meu companheiro inseparável até 1 mês atrás, quando comprei meu atual Android – Moto Z Play.

E que aparelho incrível esse Moto Z Play.

Moto Z Play Power Edition

A Lenovo / Motorola está de parabéns mais uma vez. O desempenho dos 8 núcleos do processador, da GPU Adreno 506, e seus 3GB de RAM, são sensacionais. Sem falar no maior trunfo desse aparelho – 3510 Mah de bateria, que duram mais de 1 dia de uso – e olha que meu uso é intenso: música, podcasts, videos, jogos, navegação na internet, redes sociais, bluetooth ligado o dia todo (pra sincronizar com minha pulseira miband 2).

E o aparelho que comprei foi o Power Edition – que vem com um módulo (snap) de bateria, que acrescenta mais 2220 Mah de bateria. Ainda pretendo comprar novos “snaps” futuramente, pra incrementar meu novo companheiro. Espero que ele me acompanhe por bastante tempo ainda, porque realmente gostei desse aparelho.

Essa até então está sendo minha “saga” no mundo Android, que espero que prossiga por ainda muito mais tempo.
Estou curtindo muito o Nougat, que veio com bastante inovações interessantes. Pretendo fazer um post posteriormente relatando minhas experiências com essa versão do android, e tudo o que ela possibilita que seja feito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *